Podemos resumir as ações realizadas pela a Palavra de Deus nos seguintes pontos. 

1- Cria: “Disse Deus: Haja luz; e houve luz” (Gn 1.3). “Pois ele falou, e tudo se fez; ele ordenou e tudo passou a existir” (SI 33.9).2- Controla: “Ele envia as suas ordens à terra, e sua palavra corre velozmente; dá a neve como lã e espalha a geada como cinza. Ele arroja o seu gelo em migalhas… Manda sua palavra e o derrete (SI 147.15-18).

 3- Persuade: “… mas aquele em quem está a minha palavra fale a minha palavra com verdade… diz o Senhor. Não é a minha palavra fogo, diz o Senhor, e martelo que esmiuça a penha?” (Jr 23.28,29).

 4- Cumpre seus propósitos: “Porque, assim como descem a chuva e a neve dos céus e para lá não tornam, sem que reguem a terra… assim será a palavra que sair da minha boca; não voltará para mim vazia, mas fará o que me apraz, e prosperará naquilo para que a designei” (Is 55.10,11).

 5- Anula os motivos humanos: Na prisão, o apóstolo Paulo se regozijava, porque quando outros pregavam a Palavra, “quer por pretexto, quer por verdade”, a obra de Deus seguia adiante (Fp 1.18).

 6- Penetra no interior humano: “Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração” (Hb 4.12).

 Conclusão

 Quando anunciamos a Palavra, trazemos com ela a obra do Espírito Santo para produzir frutos na vida de outras pessoas.

 Fonte: ECB – Escola de Capacitação Biblica
Veja também:  Aprendendo com a Família de Isaque